BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

24 de julho de 2012

O choque!

A descoberta da grávidez foi um choque de muitos mil volts de potencia. Foi uma semana da suposta viagem ao Brasil. Fui a médica de manha, que fez o exame  e que descobriu. Eu nunca vi uma pessoa tao feliz com a gravidez da outra, como a minha medica Dr. Isabel Coelho. E ria, e me abraça, e nao me largava, e eu so me apetecia chorar, sai dali correndo, fugi...E comecei a divagar, nao, aquele exame tipo de farmacia dela era uma grande porcaria e claro que nunca daria um resultado verdadeiro (kkkkk). Que ela tava quadradamente enganada por que eu tava com os sintomas de tpm, era so questao de tempo para a dita aparecer (hmmm, deve ser deve!). Dai ela me passou uma bateria de exames, e alguns remedios proprios para gravidas. Sai daquele consultorio, sentei numa calçada e comecei a chorar feito uma doida, liguei pro meu marido e mal consegui falar . Eu fiquei incredula. Em negaçao. Nem comer eu tinha vontade. E a medida que a semana avançava os enjoos aumentavam de tal maneira que eu nao podia sair da cama. A pior sensaçao da minha vida. Foram dias dificeis. Qualquer cheiro era insuportavel para meu faro agora quase canino. Consegui arrumar metade das malas. Mas dentro de mim eu sabia que nao podia viajar, embora os medicos nao fizessem restriçao alguma. Mas o enjoo era tao grande, que se eu fosse, o aviao teria que descer antes da hora prevista. E fiz, o que tinha que ser feito. Liguei no aeroporto e cancelei a viagem, com dor no coraçao, mas nao tinha jeito. E depois explicar pra familia, foi outro Deus nos acuda. O tempo passando e a rejeiçao ainda continuava, tava triste, deprimida, so dormia o dia todo, o marido coitado, sofreu horrores nessa minha fase, meu coraçao doia ao ve-lo daquele jeito. Mas eu nao podia controlar aquilo. Senti culpa por nao gostar daquela vida que estava dentro de mim, de considerar um intruso, tive vergonha de mim mesma e tive pena daquele ser .  E o tempo foi passando, agora com 3 meses o enjoo ta quase sumindo, ja nao sinto rejeiçao, mas tambem ainda nao sinto aquele amor ainda. Na ultima ecografia, ouvi o coraçao dele a bater, vi a maozinha e os pes...E  estive a conversar com algumas amigas que me disseram que passaram exatamente igual, e que isso   passa  qdo eu ver a carinha dele pela primeira vez. Inxala.

22 de julho de 2012

Estou ficando farta!!!

E eu que fui tentar explicar a minha mae sobre o ramadan, ela veio com todos os ataques possiveis. Pra que ramadan, se eles so vivem em guerra, se explodindo, e tals...que isso é radicalismo, exagero. E eu inutilmente tentando mostrar que os muçulmanos sao pessoas de bem, e que somente alguns comentem esses delitos. Da mesma forma que no Brasil a maioria é do bem mas existem os bandidos que fazem o estrago e que pior no Brasil morre mais gente todos os dias do que os que morrem na guerra do iraque por exemplo. E que nao é a religiao que demanda esse tipo de coisas, e que prestasse atençao nos causadores de guerra nos paises islamicos. É triste gente. Eu so queria que ela tivesse respeito pela religiao do meu marido, esse homem que todo dia me trata feito uma rainha, esse mesmo homem que ajuda tanto ela inclusive financeiramente...

12 de julho de 2012

Meus dias...

E por aqui aquele enjoo absurdo que me incapacita ate de raciocinar direito. Mesmo com remedios nao esta sendo fácil. A viagem para o Brasil foi devidamente cancelada na ultima da hora, claro que eu nao ia conseguir embarcar. Ainda estou meio confusa, baralhada a espera de dias melhores. Daqui a nada completamos os tres meses e espero que a proxima fase seja um pouco melhor, inshallah. Enquanto isso ando por aqui ocupada com minhas coisinhas, fazendo o trabalho mais leve de casa,  dormindo horrores, a minha vida tem sido dormir, mas pelo que vi  esta dentro da normalidade.