BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

15 de maio de 2011

Palavra de Sheik

Vocês já notaram que eu estou sempre a bater na mesma tecla de mesquita, sheik, forum e esses assuntos não é?
Pois bem, é que tenho tantos questionamentos aqui comigo vocês nem podem imaginar.
Eu já fui freira durante 7 anos. Foi uma epóca linda na minha vida.  Tenho paixão por Jesus, pelo Evangelho e pela missão cristã que eu, com a graça de Deus tive a oportunidade de consagrar os melhores tempos da minha vida para vivê-la plenamente. Mas como a vida muda, eu pedi afastamento da Vida Religiosa, vim para Portugal e aqui me encontro casada com um muçulmano e mais tarde uma amiga me diria: -Que ironia Neide, você sempre apaixonada por Cristo foi se casar logo com um islamita!  E eu por minha vez usaria da celébre frase para respondê-la: -Pois é minha amiga, Deus tem razões que a propria razão desconhece. Alguma coisa coisa Ele pretende com isso. Eu ainda nao consegui ver com clareza, e isso faz alguma confusao ainda. Mas eu chego lá! Vocês vão ver como eu não chego. Por isso uso do  pouco tempo que tenho livre para ler, estudar mais a Bíblia, ler o Alcorão, vou  a Mesquita tanto para aprender como para conviver com conterrâneas brasileiras e concidadãs portuguesas que estão na mesma situação que eu casadas com muçulmanos e buscando conhecer a religião do marido um pouco mais, procuro ler sobre  Mohammad, que eu como cristã nao considero profeta, mas não posso negar a influência que ele teve e tem no mundo e na sociedade. E tambem, tenho aprendido muita coisa sobre o judaísmo,  a sua visão sobre Jesus e sobre as demais religiões. Tudo isto é complexo mas esclarecedor ao mesmo tempo. Nunca tinha tido a oportunidade de estudar, mesmo que autodidaticamente, as religiões sobre esta perspectiva. Contudo, está sendo frutífero, estou adquirindo uma visão alargada da minha fé e da fé dos demais. Estou questionando muito a minha religião, o meu livro sagrado, a religiao dos outros, o livro sagrado dos outros, os profetas dos outros.  E quanto mais eu me intensifico, mais certeza tenho que Deus existe, ao contrário do que dizem movimentos ateístas por aí e mais eu gosto da pessoa de Jesus Cristo. Não foi em vão o sangue vertido daquela cruz!
Voltando para o tema, o sheik é uma pessoa moderna,  cabeça aberta, e a vivência do islamismo europeu permite uma pregação muito integrada da nossa realidade sem claro,  fugir dos princípios islamicos e cada vez que lá vou, fico impressionada com o ensinamento dele, ás vezes concordo, as vezes nem por isto, mas eu gostaria de  criar uma sessão aqui  no blog para saber  a opiniao de vocês sobre o que para mim foi relevante no forum.  Pra começar duas coisas que ele disse que me deixou intrigada, a primeira é que os muçulmanos  digamos, natos, não veem com bons olhos os que se revertem e que até tem uma certo preconceito  em relaçao aos neo revertidos. Isso ele disse com todas as palavras, e se ele disse quem sou eu pra discordar! E  eu acredito que seja assim mesmo, mas eh pá nao acho boa coisa nao, imagina voce se reverter e depois em mts ocasioes ser alvo de questionamento e preconceitos de seus irmãos de fé?   E a segunda coisa que me impressionou pela positiva é que a pessoa de Jesus, serve mais para unir cristãos e muçulmanos do que para dividi-los, por que se para os cristãos Ele é Deus, para muçulmanos ele merece respeito por ser um profeta de Deus.  Eu particularmente gostei muito dele ter falado isso. E você o que acha? Eu quero saber viu. Beijo lindonas.