BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

27 de novembro de 2011

Organizar o tempo...

Gerenciar o tempo significa estabelecer e seguir um planejamento de estudo


que vise organizar e priorizar os estudos

em um contexto de atividades competitivas no trabalho, família, etc.

Diretrizes:



■Monitore seu tempo

■Reflita sobre como utilizar o tempo

■Saiba quando estiver perdendo tempo

■Saiba quando estiver produtivo

O fato de saber como você utiliza o tempo deve ajudá-lo a planejar e predizer o término de um projeto:



■Tenha uma lista de "Faça". Escreva aquilo que tem que fazer, então decida o que fazer naquele momento, o que agendar para mais tarde, o que pedir para alguém fazer e o que adiar para mais tarde.



■Faça um planejamento diário/semanal. Anote em caderno ou quadro, por ordem cronológica, compromissos, aulas e reuniões. Sempre saiba de ante-mão o que tem para fazer naquele dia; sempre vá para a cama, sabendo que você está preparado para o dia seguinte.



■Faça um planejamento de longo prazo. Use um quadro mensal para que você sempre possa planejar de ante-mão. Planejamentos de longo prazo também servem para lembrá -lo de planejar seu tempo livre construtivamente.

Plano de estudo eficaz

■Durma o suficiente; tenha uma dieta bem-balanceada, e tenha momentos de lazer

■Dê prioridade as tarefas

■Prepare-se para discussões/debates antes da aula

■Programe o tempo para rever o material da palestra imediatamente após a aula;

Lembre-se: O esquecimento se dá dentro de 24 horas em que não houve revisão

■Programe cinquenta minutos de estudo

■Escolha um local para estudo em que não ocorram distrações

■Busque "períodos onde o silêcio impere"

■Programe, tanto quanto possível, horas de estudo durante o dia

■Programe uma revisão semanal

■Previna-se para não se tornar escravo de seu planejamento.

A satisfação em "riscar" uma tarefa executada pode gerar um sentimento de realização, até mesmo um sentimento gratificante de missão cumprida!



Do blog http://www.studygs.net/portuges/timman.htm

Pare e pense



FILOSOFIA DO TUBARAO
Os japoneses sempre adoraram peixe fresco.Porém, as águas perto do Japão não produzem muitos peixes há décadas.Assim, para alimentar a sua população os japoneses aumentaram o tamanho dos navios pesqueiros e começaram a pescar mais longe do que nunca. Quanto mais longe os pescadores iam, mais tempo levava para o peixe chegar. Se a viagem de volta levasse mais do que alguns dias, o peixe já não era mais fresco. E os japoneses não gostaram do gosto destes peixes.Para resolver este problema, as empresas de pesca instalaram congeladores em seus barcos. Eles pescavam e congelavam os peixes em alto-mar. Os congeladores permitiram que os pesqueiros fossem mais longe e ficassem em alto mar por muito mais tempo.Os japoneses conseguiram notar a diferença entre peixe fresco e peixe congelado e, é claro, eles não gostaram do peixe congelado. Então, as empresas de pesca instalaram tanques de peixe nos navios pesqueiros. Eles podiam pescar e enfiar esses peixes nos tanques, como "sardinhas".Depois de certo tempo, pela falta de espaço, eles paravam de se debater e não se moviam mais. Eles chegavam vivos, porém cansados e abatidos. Infelizmente, os japoneses ainda podiam notar a diferença do gosto. Por não se mexerem por dias, os peixes perdiam o gosto de frescor. Os consumidores japoneses preferiam o gosto de peixe fresco e não o gosto de peixe apático.Como os japoneses resolveram este problema? Como eles conseguiram trazer ao Japão peixes com gosto de puro frescor?Se você estivesse dando consultoria para a empresa de pesca, o que você recomendaria?Antes da resposta, leia o que vem abaixo:Quando as pessoas atingem seus objetivos ? tais como: quando encontram uma namorada maravilhosa, quando alcançam sucesso numa empresa, quando pagam todas as suas dívidas, ou o que quer que seja, elas podem perder as suas paixões. Elas podem começar a pensar que não precisam mais trabalhar tanto, então, relaxam. Elas passam pelos mesmos problemas de ganhadores de loteria, que gastam todo seu dinheiro, o mesmo ocorre com os herdeiros, que nunca crescem, e de donas-de-casa, entediadas, que ficam dependentes de remédios de tarja preta.Para esses problemas, inclusive no caso dos peixes dos japoneses, a solução é bem simples. L. Ron Hubbard observou, no começo dos anos 50: "O homem progride, estranhamente, somente perante a um ambiente desafiador."Quanto mais inteligente, persistente e competitivo você é, mais você gosta de um bom problema. Se seus desafios estão de um tamanho correto e você consegue, passo a passo, conquistar esses desafios, você fica muito feliz. Você pensa em seus desafios e se sente com mais energia. Você fica excitado e com vontade de tentar novas soluções. Você se diverte. Você fica vivo!Para conservar o gosto de peixe fresco, as empresas de pesca japonesas ainda colocam os peixes dentro de tanques, nos seus barcos. Mas, eles também adicionam um pequeno tubarão em cada tanque. O tubarão come alguns peixes, mas a maioria dos peixes chega ?muito vivo? e fresco no desembarque. Tudo porque os peixes são desafiados, lá nos tanques.Portanto, como norma de vida, ao invés de evitar desafios, pule dentro deles. Massacre-os. Curta o jogo. Se seus desafios são muito grande e numerosos, não desista, se reorganize! Busque mais determinação, mais conhecimento e mais ajuda. Se você alcançou seus objetivos, coloque objetivos maiores. Uma vez que suas necessidades pessoais ou familiares forem atingidas, vá ao encontro dos objetivos do seu grupo, da sociedade e até mesmo, da humanidade. Crie seu sucesso pessoal e não se acomode nele. Você tem recursos, habilidades e destrezas para fazer a diferença."Ponha um tubarão no seu tanque e veja quão longe você realmente pode chegar!

"Pense nisto

20 de novembro de 2011

Meu mundo perfeito

Fase extraordinaria na minha vida.
Tao feliz, tao completa, embora cansada.
Da ate medo...
Mas Allah, sabe bem o que faz.
Se tenho que agradecer.

19 de novembro de 2011

Cala-te e come!

Eu ja havia lido muito e ouvido muita reclamaçao por parte dos universitarios daqui de que quando iam fazer alguma pesquisa para trabalhos na net, a esmagadora maioria eram publicaçoes de estudantes e docentes brasileiros, agora como tb estou inserida nesta realidade universitaria eu posso comprovar gente, e verdade 99,9% do conteudo vem do Brasil - para a minha felicidade- e no fundo isso tem um explicaçao logica o cidadao brasileiro tem por natureza, e esta no sangue  o dom de ajudar , de ser util, nao e egoista, nem mesquinho, partilha dos seus dons, dos seus trabalhos, das suas conquistas, nao guarda suas competencias e conhecimentos so para si por que sabe que alguem precisa ou precisara dela. Me orgulho disso, por que sao caracteristicas bem nossas. O que eu constato a cada dia que passa na experiencia que estou vivendo e uma competitividade sem fundamento entre colegas em sala de aula, e um cada um por si e DEus pra todos, ninguem ajuda ninguem, ninguem se preocupa com ninguem, emprestar um caderno por 5 minutos para tirar copias de uma materia nao assistida nao existe mais, e nao se atrava pedir, a nao ser que ja esteja disposto a um NAO gigante. Claro que existem os bons, mas estao em vias de extinçao. Ah e sobre a vastidao de publicaçoes brasileiras criticam mt embora no final acabam se servindo delas cherry :p

14 de novembro de 2011


Preciso de uma formula para  ser serena, forte, disciplinada nesta fase de corre corre em que nao sobra tempo nem de ir ali na casa de uma amiga por a conversa em dia. Afff, se alguem tiver a formula, me diga por favor

1 de novembro de 2011

Visitai os mortos

Para se recordar da efemeridade desta vida, para se lembrar que somos somente estrangeiros neste mundo que nao e nossa morada definitiva, ontem foram eles, hoje/amanha seremos nos tambem. Nao vivamos como tantos que nao consideram os assuntos divinos.  Temos uma origem, uma missao, um prazo certo para devolver o dom da vida neste mundo.